Sagres

Cap Magellan

Partilhar Imprimir

Texto A A A

Sagres

Sagres: cidade de descobertas

Ora bem, quem fala de Sagres pensa logo em algo, não é ? Mas não estou aqui para falar de cerveja apesar de ser o Euro ! Sagres, é umas das cidades que exibe algumas das mais impressionantes paisagens do Algarve. O apelido dela vem de “sagrada” porque foi o ponto de partida dos exploradores portugueses no século XV. A particularidade é que aqui a terra termina com 50 metros de altura que se precipitam no mar, e isto foi desde sempre um mistério e uma atração para os sucessivos colonizadores da região. De facto, Sagres passou a ter fama graças ao infante D.Henrique e as suas viagens de descoberta. As bonitas falésias e as longas extensões de areia da costa norte do Cabo de S.Vicente tornaram-na num local de eleição entre sufistas, praticantes de parapente e os amantes de ambientes naturais e selvagens.

Assim, se estiver interessado em visitar Sagres, deixo-lhe aqui alguns dos pontos de passagem obrigatórios : a Fortaleza de Sagres, classificada como Monumento Nacional, é original do tempo do infante de D.Henrique, foi destruída durante as incursões e depois reconstruida durante o século XVI a XVIII; a Rosa dos Ventos com 43 metros de diâmetro e 32 de raios feitos em pedra; a Igreja de Nossa Senhora da Graça, construída sobre as fundações da igreja original de Santa Maria, que conserva ainda o sepulcro de um capitão espanhol. Depois, também poderá visitar o Farol do Cabo São Vicente que foi considerado com um dos faróis mais importantes da Europa sendo que vigia umas das rotas mais comercias do mundo. Para voltar ainda mais no tempo, Sagres é protegida pelos vestígios do passado “pré-históricos” algarvios como menires e cromeleques. Esta região também esconde várias termas e tanques de salga de peixe, ruinas romanas que até se podem encontrar em zonas de praias.

Na hora de sentar à mesa também não terá problemas de escolha graças à variedade da gastronomia loal. A maior parte do tempo fala-se em peixe nesta região por estar próxima do mar. Os pratos mais conhecidos são: javali estufado, feijoada de Búzios, arroz de Mexilhão, massa de peixe, moreia frita (este é o petisco local de eleição), sargo grelhado e perceves. Mas também se produz e consome a aguardente de figo, muito apreciada nesta zona de Portugal. Para quem gosta de doçarias tem de experimentar o bolo de mel à moda de Sagres.

Quanto às praias, tem também várias possibilidades. As praias expostas, como a do Tonel, ajudaram a transformar Sagres na capital do Surf do Algarve! Para quem vai em família é aconselhado ir para as praias como a Mareta ou o Martinhal que continuam a ter o seus ambientes naturais e imaculados. Apesar de muito populares e da grande afluência, há lugar para todos. Para os mais aventureiros, poderão ainda encontrar algumas grutas (na Mareta por exemplo). Como Sagres é uma cidade marítima, os pescadores são os habitantes que irá ver com frequência junto ao mar sendo que estes oferecem atividades aos turistas como passeios para observação de golfinhos ou passeios panorâmicos pela costa.

Sagres é acessível através da Tap Portugal e, para quem vem do aeroporto de Faro de carro, terá apenas de fazer 119 km (cerca de 1h40) com um consumo de 18.71 euros (incluindo a portagem de 5.75 euros). Uma boa escapedela para este verão! 

Carole Ferreira - capmag@capmagellan.org




NEWSLETTER

Subscreva a nossa Newsletter

 

EMPREGO +